all things old school: DOUTOR ENTREVISTA - Jerry Macburn

Sunday, October 9, 2011

DOUTOR ENTREVISTA - Jerry Macburn


Rogerio ‘Gérin’ Aguiar ou Jerry Macburn. Cidadão nada examplar, cantor, compositor, baixista, auditor, empreendedor, vendedor, escritor, bloggeiro, usurpador... não faltam qualidades para descrever este morador de Sanja Streets, integrante da banda Lo-Fi, que ao lado de Marcelo Raxixi (batera) e Thiago Roxo (guitarra) já somam 1 disco, 1 EP e 1 split lançados e 3,5 anos de histórias.

Em seguida você irá desfrutar da entrevista pra lá de gostosa com esse personagem carismático/emblemático:

Para ajudar aqueles que não o conhecem, quem é Jerry? Separei algumas perguntas no bom e nada útil esquema ping-pong, toma lá da cá:
1- Cor predileta? Cor de abobora
2- Cite os 3 primeiros discos quem vêm a cabeça, lançados entre 1960 e 1979: Black Sabbath - s/t (1970), Exile on main street - Rolling Stones(1972), Bringing all back home - Bob Dylan (1965)   
3- O feijão vem primeiro ou o arroz? Arroz
4- Queijo nunca é demais? Inclusive naqueles momentos íntimos? Queijo da mais sabor em tudo
5- Dona Florinda ou a Popis? Transo as duas
6- Tem uma caneca sua aqui em casa da zig-zag. Posso enxer-la de líquidos? Pode, mas depois voce me devolve, ela foi presente do Etam
7- O que te incomoda mais, meia molhada por 7h ou rádio FM por 7min? FM por 7 min
8- O Xoxô tem se alimentado bem? Nao vejo ele faz 1 ano, nao sei te responder
9- Raspadinha ou moicano? Matagal = sem oral? Moicano=2 fingers rule=lovely,
10- Vc ainda tem contato com aquelas bis*** do guarujá?  Nao tenho dinheiro pra visita-la

Rock’n’roll, a glória de poucos e a ruína de muitos. Aonde vc se encaixa? Como se deu o primeiro contato? Ruina, seria ilusao falar que seria minha gloria, independente da qualidade do que faço e de quanto sou reconhecido por isso. Meu primeiro contato foi com os metaleiros mais velhos que eu, no final da decada de 80, mas me pegou pra valer quando eu tinha 13 anos, vi o Muddy Waters tocando ao vivo, muito foda, e no mesmo mes conheci Rolling Stones como se deve. Desde entao sabia o que eu queria, mesmo que isso tenha me levado ao fracasso horrivel chamado idade adulta falida.

O hardcore, como para muitos, veio para vc através do Minor Threat. Como isso cresceu dentro de vc? Ouvi Minor Threat na adolecencia e ao poucos fui lendo as letras e me identificando com os temas, fui percebendo e me envolvendo cada vez mais ate entender bem do assunto, eu achava que qualquer pessoa na minha posiçao poderia ter escrito aquilo, por isso fala tao junto e direto deste que vos fala. Rapido, sujo, furioso, mas muito sutil. Ainda hoje, 2011, o hardcore ´e o futuro do Rock no mundo inteiro.

Isto posto o leitor/ouvinte já tem uma ideia das influências em suas composições, a sua bagagem musical. Para aqueles mais lentos, com dificuldade mental e outras desvantagens psicológicas, ilustre 5 discos chave, dos quais hoje servem de alicerce para a banda, afinal de contas após Little Richard (Ricardinho para o íntimos) somos todos seguidores. Minor Threat - Out of Step, Black Sabbath - s/t, D.R.I - Crossover, A.N.S - The Process os stocking out, JFA - Blatant Localism.

Um grande evento mundial acabou de acontecer, envolvendo grandes nomes da produção fonográfica contemporânea, Rock in Rio 2011. Também estiveram presentes as poças de urina, os arrastões, as cutucadas indesejadas, a fome e a pestilência. Como estavam o seu sofá e o chivas regal? Os melhores amigos do homen, estavam comigo todo tempo.  

Lo-Fi hoje tem facebook, twiiti, blogger, chatroulette e callcenter. Pergunto por que ainda não temos um videoblog? Não foram raras as vezes que imaginei Jerry de roupão xadrez, chinelo descartável de motel e cachimbo desferindo pitacos e conselhos a população. Entao meu rapaz, a pedidos para isso toda semana, inclusive meu amigo Fendao cobra isso de mim sempre, mas eu nao tenho camera de video. Mil desculpas.

Falemos de Brasil, na sua opinião, quais bandas hoje, dentre as várias cenas (punk, thrash, ska..), representam o rock nacional? Cachorro Grande, Skank, Detonautas? Quem representa o rock aqui ou em qualquer lugar ´e quem monta sua banda e sai por ai com a intençao de tocar e nao esta preocupado com nada, inclusive com o sucesso dos outros. A banda do seu bairro, da sua cidade que faz um som e sai por ai dançando ao redor de sala de estar de avos e mamaes de comportamento normal e pacato. Isso ´e rock.
Sua banda deve representar o que voce vive, pensa e faz, entao, se voce for um completo idiota, sua banda, por melhor musico que voce seja, ela sera uma bosta.
Mas se voce quer alguns nomes, ai vai: Ratos de Porao, Violator, Orgasmo de Porco, Leptospirose, Merda, Morto pela escola, e muito mais.     

A parceria com o Chuck Treece (McRad) foi algo emocionante. Conte-nos como surgiu essa parceria, os frutos dessa relação e o envolvimento da banda com o skateboarding. O cara ´e uma lenda, foi muito animal. Surgiu porque os musicos com quem ele costuma tocar nao podiam fazer o passeio musical com ele, ai vieram atras da Lo-Fi, o cara ficou meio surpreso, porque devem ter falado pra ele que nao eramos profissionais no ramo(agente era muito ruim), mas ele acabou surpreendendo a si mesmo, sugerimos musicas para o set list, mudamos arranjos, ele pediu pra que tocasseemos musicas de outras bandas com ele, ficou espantado com o resultado, experiencia unica, coisa parecida nunca mais vi existir, porque tambem, ganhamos um amigo, nos falamos sempre.

Falando em atividades desportivas, aonde se encaixa o surf nisso tudo, bem no meio? Uma das canções (e melhores) da Lo-Fi diz que o Surf acabou e Deus bateu as botas, uma companhia vem a cabeça WEIRD. Mais uma parceria proveitosa, recheada de aventuras? Pra mim, e para meu companheiro de banda e guitarrista, Thiago, surf ´e uma forma ineficiente de tentar destruir a humanidade diferentemente do que ´e para os os demais terraquios, que compram essa palavra no shopping center perto de casa e na esquina de alucinoginos. Entao, podemos dizer que a nossa musica titulo do primeiro EP surgiu.
A Weird ´e uma parada forte que eu faço parte, na minha opniao ´e a marca de roupa mais foda do mundo, ninguem chega perto disso, totalmente diferenciada. Com essa trupe ai damos alguns passeios de tirar o folego, a parceria mais proveitosa que alguem pode ter, vou falar por mim e por eles, tenho credito pra isso, quando agente s conheceu, foi paixao a primeira vista.  


A Lo-Fi Boutique foi a realização de um sonho. Hoje, através do selo próprio No School, existe a loja virtual com artigos relacionados a banda, contando com a colaboração de amigos talentosos. O que podemos esperar para 2012 caso o planeta não exploda? Vamos lançar um segundo album, Fast Rocking, Slow Humping, tentaremos entrar cada vez mais no mercado de merchandise de bandas e continuaremos na atual e sem fim tour mundial de destruiçao de paradigmas no hardcore tentando sempre com muita dedicaçao ser o pior e mais fracassado conjunto de musica do mundo.

Encerramos mandando um alô! pro fatso e pra massa podre worldwide. Escolha um vídeo pra fechar com chave de cocô!
Nosso clip mais legal, acho que representa bem o que eu tentei falar nessa humilde entrevista 
 


fotos: arquivo pessoal e Nicolas Delavy (nicolasdelavy.tumblr.com)

No comments:

Post a Comment

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...